Ponta Grossa recebe encontro preparatório do III ENE

53595885_2329116987360281_5483796475253096448_nPonta Grossa (PR) recebeu a etapa preparatória do III Encontro Nacional de Educação (ENE) no dia 9 de março. O evento ocorreu no campus Uvaranas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Participaram do encontro estudantes, trabalhadores da educação e movimentos sociais da região de Ponta Grossa, Irati e Guarapuava.

Nesse encontro foram elaboradas propostas que serão encaminhadas para a etapa estadual paranaense, que ocorrerá em Curitiba, no dia 30. O III ENE será realizado em Brasília (DF), nos dias 12, 13 e 14 de abril.

Entre o público participante, estavam representantes de docentes do Ensino Superior, estudantes, professoras e professores da Rede Pública municipal e estadual, movimentos sociais e servidores públicos. Durante toda a tarde e parte da noite de sábado, foram discutidos os principais problemas e as perspectivas. As discussões se basearam no tema do III ENE: “Por um projeto classista e democrático de educação”.

53434984_2329116854026961_4852150697480683520_nAs discussões foram organizadas em quatro grupos, formados a partir dos seguintes eixos de discussão: 1) Universalização da educação, acesso e permanência/Trabalho na educação e condições de estudo; 2) Gestão/Organização do Trabalho Escolar/Financiamento da Educação; 3) Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Questões Étnico-Raciais; 4) Organização da classe trabalhadora/Formação de Trabalhadores da Educação.

O encontro preparatório foi organizado por três seções sindicais do ANDES-SN. Foram elas, a Seção Sindical dos Docentes da UEPG (Sinduepg-SSind), a Seção Sindical dos Docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (SINDUTFPR-SSind) e a Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Adunicentro-SSind).

Carina Alves da Silva Darcoleto, vice-presidente do Sinduepg-SSind, considerou importante a participação expressiva de diferentes segmentos no encontro. Segundo ela, esse fator possibilitou articular as questões que afetam a educação na cidade e no campo. “As discussões nos Grupos de Trabalho (GTs) e na plenária final foram de alta qualidade, buscando pensar em estratégias de ação para contribuir para um projeto de educação classista, que tenha como perspectiva os interesses da classe trabalhadora”, disse Carina.

Para a diretora do SINDUTFPR-SSind, Katya Picanço, o encontro cumpriu um objetivo de reunir ativistas preocupados em resistir aos ataques à educação pública. “A participação e a discussão realizada demonstram o interesse e disposição dos ativistas do movimento social de unirem as vontades, as propostas e a ação – os corações e mentes, na organização desta resistência”, afirmou.

Já a diretora da Adunicentro-SSind, Michelle Fernandes Lima, destacou que aspectos da realidade local foram apontados nos grupos de trabalho. “As contribuições serão apresentadas na etapa estadual em Curitiba no dia 30 de março. A resistência marcou o encontro”, avaliou Michelle.

Fonte: Sinduepg-SSind.

Edição de ANDES-SN. Imagem de Sinduepg-SSind.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s